quarta-feira, 31 de março de 2010

SAWABONA SHIKOBA = eu existo pra você


Não é apenas o avanço tecnológico que marcou o inicio deste milênio.

As relações afetivas também estão passando por profundas transformações e revolucionando o conceito de amor.

O que se busca hoje é uma relação compatível com os tempos modernos, na qual exista individualidade, respeito, alegria e prazer de estar junto, e não mais uma relação de dependência, em que um responsabiliza o outro pelo seu bem-estar.

A idéia de uma pessoa ser o remédio para nossa felicidade, que nasceu com o romantismo, está fadada a desaparecer neste início de século.

O amor romântico parte da premissa de que somos uma fração e precisamos encontrar nossa outra metade para nos sentirmos completos.

Muitas vezes ocorre até um processo de despersonalização que, historicamente, tem atingido mais a mulher.

Ela abandona suas características, para se amalgamar ao projeto masculino.

A teoria da ligação entre opostos também vem dessa raiz: o outro tem de saber fazer o que eu não sei. Se sou manso, ele deve ser agressivo,
e assim por diante.

Uma ideia prática de sobrevivência, e pouco romântica, por sinal.

A palavra de ordem deste século é parceria. Estamos trocando o amor de necessidade, pelo amor de desejo.
Eu gosto e desejo a companhia, mas não preciso, o que é muito diferente.

Com o avanço tecnológico, que exige mais tempo individual, as pessoas estão perdendo o pavor de ficar sozinhas, e aprendendo a conviver melhor consigo mesmas.

Elas estão começando a perceber que se sentem fração, mas são inteiras. O outro, com o qual se estabelece um elo, também se sente uma fração. Não é príncipe ou salvador de coisa nenhuma. É apenas um companheiro de viagem.

O homem é um animal que vai mudando o mundo e depois tem de ir se reciclando, para se adaptar ao mundo que fabricou.

Estamos entrando na era da individualidade, o que não tem nada a ver com egoísmo. O egoísta não tem energia própria; ele se alimenta da energia que vem do outro, seja ela financeira ou moral.

A nova forma de amor, ou mais amor, tem nova feição e significado. Visa a aproximação de dois inteiros, e não a união de duas metades.

E ela só é possível para aqueles que conseguem trabalhar sua individualidade.

Quanto mais o indivíduo for competente para viver sozinho, mais preparado estará para uma boa relação afetiva.

A solidão é boa, ficar sozinho não é vergonhoso. Ao contrário, dá dignidade à pessoa. As boas relações afetivas são ótimas, são muito parecidas com o ficar sozinho, ninguém exige nada de ninguém e ambos crescem. Relações de dominação e de concessões exageradas são coisas do século passado.

Cada cérebro é único. Nosso modo de pensar e agir não serve de referência para avaliar ninguém. Muitas vezes, pensamos que o outro é nossa alma gêmea e, na verdade, o que fizemos foi inventá-lo ao nosso gosto.

Todas as pessoas deveriam ficar sozinhas de vez em quando, para estabelecer um diálogo interno e descobrir sua força pessoal.

Na solidão, o indivíduo entende que a harmonia e a paz de espírito só podem ser encontradas dentro dele mesmo, e não a partir do outro. Ao perceber isso, ele se torna menos crítico e mais compreensivo quanto às diferenças, respeitando a maneira de ser de cada um.

O amor de duas pessoas inteiras é bem mais saudável. Nesse tipo de ligação, há o aconchego, o prazer da companhia e o respeito pelo ser amado.

Nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém. Algumas vezes temos de aprender a nos perdoar a nós mesmos...

Caso tenha ficado curioso(a) em saber o significado de SAWABONA, é um cumprimento usado no sul da África quer dizer: “Eu Te respeito, eu te Valorizo, você é importante pra mim”.

Em resposta as pessoas dizem SHIKOBA que é:

“Então eu existo pra você”


Flávio Gikovate (Médico Psicanalista)



É como eu penso e sinto.
Faço das suas as minhas palavras Flávio Gikovate.
Roberta Carrilho 


CHIICO XAVIER MENSAGEIRO DE LUZ

O Cristo não pediu muita coisa, não exigiu que as pessoas escalassem o Everest ou fizessem grandes sacrifícios. Ele só pediu que nos amássemos uns aos outros”.

“Nenhuma atividade no bem é insignificante... As mais altas árvores são oriundas de minúsculas sementes. A repercussão da prática do bem é inimaginável...

Para servir a Deus, ninguém necessita sair do seu próprio lugar ou reivindicar condições diferentes daquelas que possui”.

“Os espíritos amigos sempre mostram disposição de nos auxiliar, mas é preciso que, pelo menos, lhes ofereçamos uma base...

Muitos ficam na expectativa do socorro do Alto, mas não querem nada com o esforço de renovação; querem que os espíritos se intrometam na sua vida e resolvam seus problemas...”

“Ora, nem Jesus Cristo, quando veio à Terra, se propôs a resolver o problema particular de alguém... Ele se limitou a nos ensinar o caminho, que necessitamos palmilhar por nós mesmos”.

“Nunca quis mudar a religião de alguém, porque, positivamente, não acredito que a religião A seja melhor que a religião B... Nas origens de toda religião cristã está o pensamento de Nosso Senhor Jesus Cristo. Quem seguir o Evangelho...

Se Allan Kardec tivesse escrito que “fora do Espiritismo não há salvação”, eu teria ido por outro caminho. Graças a Deus ele escreveu “Fora da Caridade”, ou seja, fora do Amor não há salvação...”

“Devemos orar pelos políticos, pelos administradores da vida pública. A tentação do poder é muito grande. Eu não gostaria de estar no lugar de nenhum deles.

“A omissão de quem pode e não auxilia o povo, é comparável a um crime que se pratica contra a comunidade inteira. Tenho visto muitos espíritos dos que foram homens públicos na Terra em lastimável situação na vida Espiritual...”

“O desespero é uma doença. E um povo desesperado,lesado por dificuldades enormes, pode enlouquecer, como qualquer indivíduo. Ele pode perder o seu próprio discernimento. Isso é lamentável, mas pode-se dizer que tudo decorre da ausência de educação, principalmente de formação religiosa.”

“Sem Deus no coração, as futuras gerações colocarão em risco a vida no planeta. Por maior seja o avanço tecnológico da humanidade, impossível que o homem viva em paz sem que a idéia de Deus o inspire em suas decisões. Devemos fazer tudo para evitar uma guerra, que viria sem dúvida, ser um atraso na marcha progressiva da humanidade. Quando surge uma guerra de proporções maiores, quase tudo se desmantela e, praticamente, tem que ser reiniciado...”

“Gente há que desencarna imaginando que as portas do mundo Espiritual irão se lhes escancarar... Ledo engano! Ninguém quer saber o que fomos, o que possuíamos, que cargo ocupávamos no mundo; o que conta é a luz que cada um já tenha conseguido fazer brilhar em si mesmo...”

“Existem pessoas que se sentem ofendidas, magoadas por qualquer coisa: à mais leve contrariedade, se sentem humilhadas... Ora, nós não viemos a este mundo para nos banhar em águas de rosas... Somos espíritos altamente endividados - dentro de nós o passado ainda fala mais alto... Não podemos ser tão suscetíveis assim...”

“Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar... As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito. Emmanuel sempre me ensinou assim: - Chico,se as críticas dirigidas a você são verdadeiras, não reclame; se não são, não ligue para elas...”

“Graças a Deus, não me lembro de ter revidado a menor ofensa das inúmeras que sofri, certamente objetivando, todas elas, o meu aprendizado, e não me recordo de que tenha, conscientemente, magoado a quem quer que fosse... Emmanuel sempre me disse: - Chico, quando você não tiver uma palavra que auxilie, procure não abrir a boca...”

“Sabemos que precisamos de certos recursos, mas o Senhor não nos ensinou a pedir o pão, mais dois carros, mais um avião... Não precisamos de tanta coisa para colocar tanta carga em cima de nós. Podemos ser chamados hoje à vida Espiritual...Tudo que criamos para nós, de que não temos necessidade, se transforma em angústia, em depressão...”

“A doença é uma espécie de escoadouro de nossas imperfeições; inconscientemente, o espírito quer jogar para fora o que lhe seja estranho ao próprio psiquismo... Na realidade, toda doença no corpo é processo de cura para a alma...”

“Abençoemos aqueles que se preocupam conosco, que nos amam, que nos atendem as necessidades... Valorizemos o amigo que nos socorre, que se interessa por nós, que nos escreve, que nos telefona para saber como estamos indo... A amizade é uma dádiva de Deus... Mais tarde, haveremos de sentir falta daqueles que não nos deixam experimentar solidão!”

“A caridade é um exercício espiritual... Quem pratica o bem, coloca em movimento as forças da alma. Quando os espíritos nos recomendam, com insistência a prática da caridade, eles estão nos orientando no sentido de nossa própria evolução; não se trata apenas de uma indicação ética, mas de profundo significado filosófico...”

“Tudo o que pudermos fazer no bem, não devemos adiar... Carecemos somar esforços, criando, digamos, uma energia dinâmica que se anteponha às forças do mal... ...Ninguém tem o direito de se omitir... Uma das mais belas lições que tenho aprendido com o sofrimento: Não julgar, definitivamente não julgar a quem quer que seja”.

“O exemplo é uma força que repercute, de maneira imediata, longe ou perto de nós... Não podemos nos responsabilizar pelo que os outros fazem de suas vidas; cada qual é livre para fazer o que quer de si mesmo, mas não podemos negar que nossas atitudes inspiram atitudes, seja no bem quanto no mal”.

“Sempre recebi os elogios como incentivos dos amigos para que eu venha a ser o que tenho consciência de que ainda não sou...Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor... Magoar alguém é terrível!...”

“A gente deve lutar contra o comodismo e a ociosidade; caso contrário, vamos retornar ao mundo Espiritual com enorme sensação de vazio... Dizem que eu tenho feito muito, mas, para mim, não fiz um décimo do que deveria ter feito...A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido”.

“Confesso a vocês que não vi o tempo correr... Por mais longa que nos pareça, a existência na Terra é uma experiência muito curta. A única coisa que espero depois da minha desencarnação é a possibilidade de poder continuar trabalhando”.

“Devemos aceitar a chegada da chamada morte, assim como o dia aceita a chegada da noite – tendo confiança que, em breve,de novo há de raiar o Sol...”

“Tudo tem seu apogeu e seu declínio... É natural que seja assim; todavia, quando tudo parece convergir para o que supomos o nada, eis que a vida ressurge, triunfante e bela!... Novas folhas, novas flores, na indefinida bênção do recomeço!...”


Sempre fico reflexiva quando leio: Chico Xavier.
Minha alma grita por amor! Este sentimento que sacia e enobrece.


Dia 02/04/2010 será um dia especial. Será o dia que completa 100 anos de nascimento deste "Mensageiro do Amor" e, que nos ensinou com seu exemplo, o verdadeiro significado da palavra "caridade"

Agradecemos ao Nosso Senhor, por essa dádiva.
Obrigada Chico!!! Por tudo...
Roberta Carrilho


POR QUE DAR CANTADAS EM LOIRA NÃO DÁ CERTO???

VOCÊ) - Oi gata... Qual é seu telefone?
LOIRA) - Nokia. E o seu?

VOCÊ) - Uau! Isso aqui é uma calçada ou uma passarela de moda?
LOIRA) - Hum, agora você me pegou... É que eu não sou daqui. Então não sei te informar...

VOCÊ) - Eu não tiro o olho de você!
LOIRA) - Ainda bem, né? Senão eu fico cega!

VOCÊ) - Nossa! Eu não sabia que boneca andava!
LOIRA) - Sério? Nossa, você tá por fora, hein? Já tem até Barbie que anda de bicicleta!

VOCÊ) - Que curvas, hein!
LOIRA) - Nem me fala... Eu bati o carro 7 vezes pra chegar nessa festa!

VOCÊ) - Esse seu vestido vai ficar lindo jogado no chão do meu quarto!
LOIRA) - Quer comprar um igual pra fazer um tapete? Eu te indico a loja.

VOCÊ) - Meu coração disparou quando eu te vi!
LOIRA) - Socorro! Alguém ajude! O moço está tendo um ataque cardíaco!

VOCÊ) - Eu quero o seu amor, gata! (ESSA É A MELHOR)
LOIRA) - Espera só um pouquinho... Amô-or! Tem um moço aqui querendo você!

VOCÊ) - Quer beber alguma coisa?
LOIRA) -Ai, que bom que você apareceu, garçom!

VOCÊ) - Me dá seu telefone, vai!
LOIRA) - Socorro! Um assalto.


Ainda bem que sou morena até na raiz do cabelo rsrsrs
Roberta Carrilho

ANTITETÂNICA

Ao ver o marido vestindo o paletó, a esposa perguntou:
- "Aonde você vai?"
- "Vou ao médico" - respondeu ele.
E ela:
- "Por que?! Você está doente?"
- "Não. Vou ver se ele me receita esse tal de 'Viagra' ".
A esposa levantou-se da cadeira de balanço e começou a vestir o casaco.
Ele perguntou:
- "E você? Aonde você vai?"
- "Ao médico, também" - respondeu ela.
- "Por que?"
- "Quero pedir para tomar uma antitetânica".
- "Mas... Por que?"
- "Vai que essa coisa velha e enferrujada volte a funcionar.


Só rindo, "anénnn" hehehehe 
Que coisa horrível!!!
Roberta Carrilho

PENSAMENTO DO DIA SOBRE HOMENS

... nem precisa de comentários rsrsrs
boa!!!
Roberta Carrilho

PODELA! piada de mineirim



Num pequeno vilarejo, no meio do estado de Minas havia um armazém cujo dono, um mineirim, Seu Zé, se gabava de ter tudinho, qualquer coisa que se pedia no balcão. Se não tinha, fazia questão de encomendar a qualquer custo, só para atender o cliente.

Com isso a fama dessa mercearia se espalhou por toda a região, e vinha gente de toda parte procurar coisas que não se achava nem na capital BH.

Sabendo disso, um paulista daqueles bem folgados - sabe como é paulista - estava de férias passando por Minas e decidiu conhecer esse tal Zé do armazém.

Chegando lá, pediu uma barra de direção para sua 'pick up' importada. O Zé foi lá no fundo, e depois de alguns minutos voltou com a tal peça. O paulista, espantado pensou: Não e possível que esse cara tenha tudo aí, vou tirar um barato da cara dele. Voltou para o hotel e ficou a noite toda pensando em como iria pegar o cara da venda. Caso pensado, no outro dia foi ate o armazém e chegando no balcão, pediu:
- O Zé, você tem 'Podela'?

O dono da venda olhou espantado, coçou a cabeça e pensou: - 'Podela'?
- Que diabos é isso? Nunca ouvi falar... E agora? Se eu deixar de atender esse cara aí todo metido, meu estabelecimento vai perder a fama e a clientela vai sumir! O que eu faço? Pensou, pensou, foi até o depósito, voltou e disse ao paulista:

- Olha, tá em falta, mas vou encomendar e amanhã cedo o senhor passa aqui e pega, são R$ 100,00 o quilo.

O paulista, meio desconsertado com a resposta do Mineirim, voltou para o hotel pensando: 
-O que será que esse mineirim vai achar com esse nome...?

O mineirim fez de tudo, ligou para todos os seus fornecedores de produtos brasileiros e até no exterior, mas ninguém fazia nem idéia do que seria aquilo. Então ele percebeu que o paulista tava zoando com ele e decidiu dar o troco.

No almoço, o mineirim comeu aquela feijoada, de noite foi ao banheiro e fez aquele 'trem' enorme e fedorento. Com uma pazinha ele botou no forno por umas 3 horas até que virasse uma pedra bem dura. Daí colocou tudo no moedor, embalou e deixou em cima do balcão com a devida identificação.

No outro dia chega o paulista todo imponente com um sorriso no rosto, e, já esboçando um ar de vitória disse:
- Conseguiu encontrar minha encomenda?
- Claro, está aqui - disse o mineirim, mostrando o saquinho no balcão.

O paulista então pediu:
- Me veja 1kg.
- Está aqui, são 100 reais.

Então, o paulista, curioso, pegou um bocado do pó, esfregou entre os dedos, cheirou tentando descobrir o que era aquilo...
- Pow, Meu... isso aqui é merda!
- Não Sinhô... é o Pó dela !!!!


Uai sô, gustei desta num é? 
É sim. É mui porreta diboa.
Tuma!! Paulistada, vai mexê com 
nóis minerim prô cês vê qui é bão.
Beifeitu mangô dinois... 
Roberta Carrilho


Ô MEMÓRIA SÔ!!!! (piada D+)



Numa cidade do interior de Minas, o Promotor de Justiça chama sua primeira testemunha, uma velhinha de idade bem avançada e para começar a construir uma linha de argumentação o Promotor pergunta à velhinha:

- Dona Genoveva, a senhora me conhece? Sabe quem sou eu e o que faço?

- Claro que eu o conheço, Vinicius! Eu o conheci bebê.

Seus pais só choravam, deveria ser pelo pintinho pequenino que você tinha. E, francamente, você me decepcionou. Você mente, você trai sua mulher, você manipula as pessoas, você espalha boatos e adora fofocas. Você acha que é influente e respeitado na cidade, quando na realidade você é apenas um coitado, nem sabe que a filha esta grávida, e pelo que sei, nem ela sabe quem é o pai. Ah, se eu o conheço! Claro que conheço!

O Promotor fica petrificado, incapaz de acreditar no que estava ouvindo. Ele fica mudo, olhando para o Juiz e para os jurados e sem saber o que fazer, ele aponta para o advogado de defesa e pergunta à velhinha:

- E o advogado de defesa, a senhora o conhece?

A velhinha responde imediatamente:

- O Robertinho?

É claro que eu o conheço! Desde criancinha. Eu cuidava dele para a Nádia, a mãe dele, pois sempre que o pai dele saia a mãe ia pra algum lugar se encontrar com o amante. Ele também me decepcionou. É preguiçoso, puritano, alcoólatra e sempre quer dar lição de moral nos outros sem ter nenhuma para ele. Ele não tem nenhum amigo e ainda conseguiu perder quase todos os processos em que atuou. Além de ser traído pela mulher com o mecânico... com o mecânico!! 

Neste momento, o Juiz pede que a senhora fique em silêncio, chama o promotor e o advogado perto dele, se debruça na bancada e fala baixinho aos dois:

- Se algum de vocês perguntar a esta velha filha da puta, se ela me conhece, vai sair desta sala preso!
FUI CLARO?


Esta piada é D+
Adorei!!! (Fui Claro?)
Roberta Carrilho


GALOPANDO A VIDA

FANTÁSTICAS ESTAS FOTOGRAFIAS!!!!


Eu sempre fui e sou apaixonada por cavalos!!
É o animal mais bonito deste mundo.
Quando somos crianças, sempre alguém pergunta:
"Se você pudesse escolher um animal, qual você seria?
E, sempre respondi: eu seria um cavalo
Nunca tive dúvidas quanto a isso.

Pois, o cavalo é um animal esplendoroso, poderoso e livre.
A sensação é que ele não cavalga, flutua. É mágico!!!
Para mim, é uma das criações mais completas que
Deus criou na fase da Terra.
Roberta Carrilho

Quando estiveres em dúvida dá o próximo passo.

 A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.

 Não tens que vencer todos os argumentos: 
Concorda para discordar.
 
 Duas coisas indicam fraqueza:
O calar-se quando é preciso falar,
e o falar quando é preciso calar-se. 

 Exige muito de ti e espera pouco dos outros.

Muito sabe quem conhece a própria ignorância.  

O que não te mata torna-te mais forte. 

 Inveja é perda de tempo: Já tens tudo o que precisas. 

 Envelhecer é melhor do que morrer jovem.

Aceita por completo a tua presença na Terra e escolhe,
 a cada momento, a beleza, a bondade, a verdade e a vida,
lembrando-te sempre de que tudo isto e Deus é a mesma coisa.  

 Não te armes em vítima e não te comportes como um salvador.

Faz a paz com o teu passado,
para que ele não estrague o teu presente.

 O que os outros pensam de ti não é da tua conta.

 O homem de bem exige tudo de si próprio;
O homem medíocre espera tudo dos outros.

 Põe definitivamente de parte o hábito de querer mudar os outros.

Mantém a cabeça sempre fria,
o coração sempre quente e a mão sempre larga. 

Comporta-te como um “curandeiro”
que traz alegria e luz, em vez de críticas ou indiferença.

Deixa-te guiar pela intuição pessoal em vez de agires
sob a pressão do medo.

A passagem do tempo deve ser uma conquista e não uma perda.

Quem não pode o que quer que queira o que pode.

É melhor morrer de pé do que viver de joelhos.

Viver é a única coisa que não dá para deixar para depois.


Autoria Desconhecida


segunda-feira, 29 de março de 2010

HISTÓRIAS PARA MARIA EDUARDA - Roberta Carrilho


Foto by Roberta Carrilho - Tiradentes 2012 


Sábado eu saí para comprar um livro de histórias, aliás, dois livros para minha filha Maria Eduarda, pois a mesma, tem fome de saber. Ela adora escutar e se colocar dentro das narrativas infantis. As histórias para ela são uma verdadeira odisseia no mundo da imaginação. Principalmente as histórias de aventuras, de animais, de princesas, de romances e de amizades. Então, não tive alternativa, já que meu repertório não é tão vasto como a mente criativa do pai dela (HK), o jeito foi plagiar histórias de outros autores (rsrsrs).

No domingo a noitinha liguei para saber como andava seu coraçãozinho e como tinha sido o seu final de semana. E de repente, como de costume, lá vem ela com a pergunta que não quer calar: 

- "mamãe me conta uma história?", já escovei os dentes, coloquei pijama e estou com a Jully deitada para dormir. (Era a Chácha, que foi rebatizada com o nome Jully, a cachorrinha que ela dorme abraçada).

Desta vez, eu estava “armada”, o suor e o aperto passou longe de mim. Ufa! Saquei os dois livros repletos de histórias infantis e me coloquei a passar o repertório para que ela pudesse escolher. Entre muitas, ela escolheu naquele dia 03 histórias. 

A primeira foi: “O Senhor do Céu", depois "Os 7 irmãos" e por fim, o livro: “O rei maluco e a rainha mais ainda” (Fernanda Lopes de Almeida - Ed. Ática). 

Contei as primeiras, ela adorou, riu e perguntou algumas coisas. Depois comecei a ler a história do livro citado. É uma história com vários diálogos entre a menina Heloísa e sua formiga própria. Resolvi ler com entonações diferentes, dando ênfase às falas de cada uma. Ela ria, e como sempre, muito atenta, prestava atenção em tudo, sem perder sequer um mísero detalhe. 

A história é inteligente, muito envolvente e faz refletir. Em seus vários diálogos, utiliza-se de uma linguagem coloquial. É de fácil compreensão e o mais importante, traz embutido algumas lições de vida. (é uma metáfora complexa, o texto é singelo, mas de uma profundidade absurda, nos chama a reflexão). Veja um trecho do livro:
"... Por que sou a sua formiga. Só posso falar desses assuntos com você. Não posso falar com o vizinho.
Heloísa sentiu um certo orgulho:
- Não sabia que tinha uma formiga própria.
- Claro que tem. Se todos têm, por que você não teria?
- Todos têm? Nunca reparei.
- É que, em geral, as pessoas andam tão preocupadas com a sua casa própria, com o seu carro próprio, que não dá para notar a formiga própria de cada um. Mas todos têm a sua, isso eu garanto a você.
Heloísa estava desconfiadíssima:
- Não estou acreditando em nada dessa sua conversa.
- Pobre menina! Não acredita em nada, nem em ninguém. Com certeza foi abandonada sozinha no mundo, quando era bebê.
Era demais tanto atrevimento:
- Tenho pai, mãe e até avó, está ouvindo? - gritou Heloísa. - E se você veio aqui só para me incomodar pode ir dando o fora.
- Estou incomodando?
- Lógico. Não me deixa dormir e diz coisas que ninguém compreende.
A formiga ficou quase louca de alegria:
- Obrigada! Obrigada! Não pensei que fosse incômoda.
Heloísa achou que ela estava caçoando, mas a Formiga puxou um lencinho e enxugou uma lágrima de emoção:
- Hoje é o dia mais feliz da minha vida! Desde que você nasceu, eu me esforço para incomodá-la e, afinal, hoje estou conseguindo!
- Mas por que esse esforço todo para me incomodar?
- Porque só os incomodados é que mudam.
- Agradeço o interesse, mas fique sabendo que não pretendo me mudar.
A formiga fez cara de medo:
- Nem diga uma barbaridade dessas, menina. Já pensou que perigo uma pessoa que não se muda?
- Não vejo perigo nenhum.
- Pobre menina! Não enxerga um palmo adiante do nariz.
Não sabendo mais o que fazer, Heloísa pôs a língua de fora para a formiga. A formiga veio examinar a língua de perto:
- Está suja. São as palavras presas que vão sujando a língua (...)".

Voltando, estamos ainda no 1º capítulo, mesmo assim, quando terminei de ler, ela disse de pronto: 

- “mamãe às vezes eu guardo as palavras na minha boca igual à Heloísa (a menina do conto)”. 

Eu perguntei, por quê?
- “porque eu não quero magoar e nem deixar as pessoas tristes comigo”.

E eu disse: 

- Sabe filha, você está certa, as vezes temos que guardar as palavras na boca para não ferir os sentimentos das outras pessoas. Mas por outro lado, quando as palavras for do coração e trouxerem alegrias às pessoas, elas devem ser ditas. 

Imagina se a mamãe guardasse na boca as palavras como: “Eu te amo filha”; “Estou com saudades de você"; "Você é meu orgulho” e etc; você não iria saber que é amada por mim. Você se sentiria triste em pensar que não têm o meu amor, não iria? 

Ela disse: 

- "Sim. Mas sabe mamãe, eu sempre me lembro daquela história que você me contou. A história daquele jardineiro que plantou uma árvore de amor. 
"...Ele era um homem bondoso e colecionava um monte de sementinhas: amor, amizade, fraternidade e generosidade. Um dia, ele resolveu plantá-las. E daquelas sementinhas, cresceu uma linda árvore cheia de amor. E toda vez que o jardineiro sentia-se triste e solitário, ele ia até lá na sua árvore e colhia todo amor que precisava. E ficava feliz novamente. Enquanto, que seu vizinho invejoso e mal, não tinha sementes de amor, só sementes de orgulho, desconfiança e egoísmo. Como não tinha outras sementes, plantou aquelas assim mesmo. Dali nasceu uma árvore enorme, maior que a do jardineiro do amor, porque todo mal cresce mais rápido do que o bem. Ele vivia triste e sozinho. Não tinha amor!"

"Uma árvore de amor, os seus frutos são de amor; uma árvore de carinho os seus frutos também são de carinho; porém, uma árvore de maldades, os frutos são ruins e amargos".

Fiquei embriagada com a inteligência e sensibilidade da minha filha, tão novinha e com um coração tão generoso! Maior que ela. É uma benção esta menina! A cada dia, me sinto mais orgulhosa em ser sua mãe. 

Ao final da nossa conversa, ela disse ainda: 

- "mamãe eu te amo, te adoro e tenho paixão por você". 

Eu não tinha entendido o final da frase, pois, ela tinha dito bem baixinho (creio eu que era para que a sua avó paterna não escutasse). Então, pedi para que ela repetisse. Porém desta vez, ela respondeu de forma firme: 

"Tenho paixão por você mamãe". 

Eu fiquei emocionada e ri ao mesmo tempo. Achei muito engraçado, e excessivamente amorosa a expressão: "tenho paixão por você mamãe". Esta tocou lá no fundo da alma, fôra demais para meu coração. Aí eu completei: 

- filha, todas as vezes que eu converso com você, meu coração fica maior, e cresce ainda mais o meu amor por você. E como sempre para não ficar sem dar a última palavra, ela disse: eu também.

Roberta Carrilho 
(a mamãe mais orgulhosa do mundo)


A COCEIRA E O ADVOGADO

Tiago era um alto funcionário da corte do Rei Akbar.
Há muito tempo nutria um desejo incontrolável de
chupar os voluptosos seios da rainha até se fartar.

Todas as vezes que tentou, porém, deu-se mal.

Um dia, ele revelou seu desejo a Birbal,
principal conselheiro e Advogado do Rei,
e pediu que ele fizesse algo para ajudá-lo.

Birbal, depois de muito pensar, concordou,
sob a condição de Tiago lhe pagar
mil moedas de ouro, que aceitou o acordo.

No dia seguinte, Birbal preparou um líquido
que causava comichões e derramou no sutiã
da rainha, que o deixara fora enquanto tomava banho.

Logo a coceira começou e aumentou de intensidade,
deixando o rei preocupado.

Médicos de todo o reino foram chamados,
mas nada resolveram.
Birbal então disse ao Rei que apenas uma saliva especial,
se aplicada por quatro horas, curaria aquela espécie de coceira.

Birbal também disse que essa saliva só poderia
ser encontrada na boca de Tiago.

O Rei Akbar ficou muito feliz e então chamou Tiago que,
pelas quatro horas seguintes, fartou-se em
chupar com vontade os suculentos e deliciosos peitões da rainha.

Lambendo, mordendo, apertando e passando a mão,
ele fez o que sempre desejou.

Satisfeito, ele se encontrou com o advogado Birbal
que queria receber o combinado.

Com seu desejo plenamente realizado e sua libido satisfeita,
Tiago se recusou a pagar ao advogado e,
ainda por cima, o escorraçou e zombou de sua cara,
pois sabia que Birbal nunca poderia contar o fato ao rei.

Mas Tiago havia subestimado o Advogado Birbal.
No dia seguinte, por vingança,
Birbal colocou o mesmo líquido na cueca do rei.

MORAL DA HISTÓRIA:
Você pode ficar devendo
pro mundo inteiro.
Mas nunca, nunca mesmo, pense
em dever para um(a) Advogado(a)!!!


Ô raça incrédula essa!!! rsrsrs

Meu querido Mestre, Prof. Willian Tonelli, dizia:
- "Dentro do peito de um advogado não bate um coração, se escuta o pulsar de uma calculadora".

- "O advogado não se importa em usar terno para seu ofício, pois alí não há sangue e sua epiderme é de mármore, material frio".

Saudades dos tempos da faculdade de Direito!!!
Roberta Carrilho

JURISDIÇÃO DO RELACIONAMENTO


Achei super interessante o modo de expor seu ponto vista; foi extremamente inteligente o autor (desconhecido) ao colocar de forma jocosa numa narrativa jurídica.
Apesar do meu protesto, reconheço a criatividade. 
Roberta Carrilho

Já parou pra pensar sobre a jurisdição do relacionamento?

Todo relacionamento traz embutido uma fase de conhecimento, para depois ter a fase de execução. A doutrina da mocidade, então, inventou as medidas cautelares e a tutela antecipada. Afinal de contas, com o 'fica', você já obtém aquilo que conseguiria com o relacionamento principal e, além do mais, já toma conhecimento de tudo o que possa acontecer no futuro.

Esse processo de conhecimento pode ser extinto sem resolução de mérito, por carência de ação. E sem o impulso oficial a coisa não vai pra frente. Pode ser por ilegitimidade de parte, que normalmente se constata apenas na fase probatória. Ou, ainda, impossibilidade do pedido, ou seja, chega a um determinado ponto que não tem quem agüente.

E ainda, o mais freqüente, que é a falta de interesse. Aja paciência!

E logo na petição inicial, pode ocorrer o indeferimento por inépcia, se já chegar sem qualquer fundamento.

Se ocorrer intervenção de terceiros, aí a coisa complica, pois amplia objetiva e subjetivamente o relacionamento, tornando-se uma questão prejudicial. Como se sabe, todo litisconsórcio ativo é facultativo, dependendo do grau de abertura e modernidade do relacionamento.

É necessário estar sempre procedendo ao saneamento do relacionamento, para se mantenha a higidez para as fases futuras.

É um procedimento especial - uma mescla entre processos civil e penal -, podendo seguir o rito ordinário, sumário, ou, até mesmo, o sumaríssimo, dependendo da disposição de cada um. A competência para dirimir conflitos é concorrente. E a regra é que se busque sempre a transação.

Com o passar do tempo, depois de produzidas todas as provas de amor, chega o momento das alegações finais. é o noivado! Este pode acontecer por simples requerimento ou então por usucapião. Alguns conseguem a prescrição nesta fase.

E chega a hora da sentença: 'Eu vos declaro marido e mulher, até que a morte os separe'... Em outras palavras, está condenado à pena de prisão perpétua. São colocadas as algemas na mão esquerda de cada um, na presença de todas as testemunhas de acusação.

E, de acordo com as regras de direito das coisas, 'o acessório segue o principal'. Casou, ganha uma sogra de presente. E neste caso específico, ainda temos uma exceção, pois laços de afinidade não se desfazem com o fim do casamento.

Mas essa sentença faz apenas coisa julgada formal. É possível revê-la a qualquer tempo. Se for consensual, tem que esperar um ano, apenas!

Talvez você consiga um 'habeas corpus' e consiga novamente a liberdade. Como disse alguém que não me lembro agora, 'o casamento é a única prisão em que se ganha liberdade por mau comportamento'. Ah! Nesse caso, você será condenado nas custas processuais e a uma pena restritiva de direitos: prestação pecuniária ou perdimento de bens e valores.

Como todos sabem, pelo menos os que lêem meu blog, sou uma eterna romântica!!! Acredito no amor e em todas as suas formas. Para mim, o amor é TUDO nesta existência. Sua busca é o objetivo Central. E, claro, também acredito no casamento, mas não no casamento de interesses, mas de almas afins.

NOITE INESQUECÍVEL ...

O casal estava assistindo televisão, à noite. O marido diz:
- Posso saber por que você está emburrada desde que eu cheguei? E, irada, a mulher responde:
- Hoje completamos 20 anos de casados e estamos aqui, parados em frente a esta televisão...
- MEU DEUS! Eu estava tão atarefado que esqueci completamente! Perdoe, minha querida.
Vá pôr seu melhor vestido de noite, que vamos sair! Você terá uma noite inesquecível!
- Ah, querido, eu sabia que você não era um monstro insensível.... À entrada do restaurante, o maitre, todo solícito:
- Prepare a mesa do senhor Gonçalves.
A mulher:
- Parece que eles te conhecem bem por aqui, querido...
- Ah é!... Acho que eu vim aqui para almoçar com alguns clientes....
Eles acabam de jantar e o marido propõe de irem a uma boate.
Na entrada tem uma fila enorme. O marido diz à mulher que vai arranjar tudo e se dirige ao porteiro:
- Salve Fortão!!! Como vai essa força?
E o Fortão:
- Tá muito bem, Sr. Gonçalves. Pode ir entrando!
Dentro da boate, o dono vem falar com eles:
- Boa noite, Sr. Gonçalves! E diz, logo em seguida:
- Liberem a mesa do senhor Gonçalves!!
A mulher, desconfiada:
- Você vem sempre aqui?
- Ah, não! O dono é um cliente da firma...
Uma vez na mesa, a garçonete vem e diz:
- O de sempre, Sr. Gonçalves?
Enquanto isso, uma mulher que terminava um strip-tease em cima do palco grita:
- E A CALCINHA, VAI PRA QUEM?!!!
A boate, em peso, responde:
- GONÇALVES!!! GONÇALVES!!! GONÇALVES!!!
A esposa, furiosa, sai da boate, o marido vai atrás e eles entram juntos num táxi.
O marido tentando apaziguar as coisas:
- Querida, não vamos estragar esta noite maravilhosa, com certeza eles me confundiram com outro Gonçalves...
- Você está pensando que eu sou alguma idiota? Canalha! Não me toque mais!!! Blá, blá, blá... Eu sou mesmo uma otária, blá blá blá... Seu grande filho-da-puta, blá, blá.
Nisso, o motorista de táxi se vira e diz:
- Gonça... Tá tudo bem ou quer que ponha essa puta pra fora do carro??


Sem comentários... infelizmente ainda existem muitos "Gonçalves" por aí.
Eu penso que este "tipo" de homem, é só para uso sobressalente, para tempos mormacentos rsrsrs

Mas, se ele for lindo, gostosão, charmosão e etc.. será um "tipo" comível. E só. rsrsrs
Roberta Carrilho

SENHA INESQUECÍVEL

O médico estava tendo um caso com a enfermeira.
Após um tempo, ela lhe disse que estava grávida.
Não querendo que sua mulher soubesse, ele deu dinheiro à enfermeira, mandou que ela fosse para a Itália e tivesse o bebê por lá.
- Mas como vou avisar você quando o bebê nascer? Ela perguntou.
- Apenas mande um postal e escreva ''espaguete''.
- Cuidarei de todas as despesas da criança.
Sem alternativa, ela pegou o dinheiro e voou para a Itália.
Alguns meses se passaram e uma noite, quando o médico chegou em casa, a esposa disse :
- Querido, você recebeu um cartão-postal da Europa pelo correio hoje, e eu não consigo entender o significado da mensagem.
O médico leu o cartão, caiu no chão com um violento ataque cardíaco, e foi transportado imediatamente à emergência do hospital.
O chefe do plantão perguntou à esposa:
- Aconteceu algo que possa ter causado o ataque cardíaco?
- Ele apenas leu este cartão postal onde está escrito:
'Espaguete, espaguete, espaguete, espaguete e espaguete.
Três com lingüiça, e dois sem.'


Literalmente eu chorei de ri nesta piada. Muito Inteligente. Excelente!!!
Roberta Carrilho

TIPOS DE MULHERES

COMO ELAS SE COMPORTAM:

NO TOILETTE
MULHER F I N A: (nada diz)
MULHER COMUM: Essa calcinha me incomoda.
MULHER VULGAR: Eu odeio calcinha enfiada no rego.
MULHER DEPRAVADA Eu tenho ódio de calcinha enfiada no cú.

APÓS UM JANTAR
MULHER F I N A: O jantar estava divino, parabéns.
MULHER COMUM: Estou satisfeita.
MULHER VULGAR: Tô cheia.
MULHER DEPRAVADA: Comi até o cu fazer bico.

NO CHURRASCO
MULHER F I N A: Está ótima essa lingüiça.
MULHER COMUM: Muito boa essa lingüiça.
MULHER VULGAR: Noooosa que lingüiça grande!...
MULHER DEPRAVADA: Tô comendo a lingüiça do churrasqueiro (gargalhada).

VENDO UM AMIGO CHUPANDO UM SORVETE
MULHER F I N A: Posso experimentar!?
MULHER COMUM: Me dê um pedaço!?
MULHER VULGAR: Posso dar uma chupada?
MULHER DEPRAVADA: Deixa eu chupar? Não vou morder, garanto. (gargalhada)

COMO SE VESTEM
MULHER F I N A: de acordo com o evento.
MULHER COMUM: sempre da mesma forma, jeans, camisete e tênis em todos os eventos.
MULHER VULGAR: micro saia, bermuda agarrada, em todos os eventos.
MULHER DEPRAVADA: frente única no churrasco, micro saia mostrando a calcinha à noite. AGGA

BEBIDAS
MULHER F I N A: champanhe, uísque e vinho, dependendo da ocasião.
MULHER COMUM: batida.
MULHER VULGAR: cerveja.
MULHER DEPRAVADA: cachaça, conhaque, cerveja, vodca, licor, água de bateria, etc

PROCURANDO UM AMIGO QUE SE CHAMA HAROLDO NUMA FESTA
MULHER F I N A: Você viu o Haroldo?
MULHER COMUM: Cadê o Haroldo?
MULHER VULGAR: Dôdoooooooooooo!!!
MULHER DEPRAVADA: Caralho, onde o viado do Haroldo se meteu, cacete!

SAINDO DA MESA PARA IR AO BANHEIRO
MULHER F I N A: Com licença, vou retocar a maquiagem.
MULHER COMUM: Vou a toilette.
MULHER VULGAR: Vou tirar água do joelho. (risos)
MULHER DEPRAVADA: Vou fazer um download, soltar um barro, matricular o Pelé na natação (gargalhada)

VENDO UM HOMEM INTERESSANTE
MULHER F I N A: Muito simpático!
MULHER COMUM: Que homem liiiindo!
MULHER VULGAR: Dessa fruta eu chupava até o caroço!
MULHER DEPRAVADA: Eu deixava ele fazer barba, cabelo e bigode.

O QUE DIZEM QUANTO UM INDESEJÁVEL LHE FALA ALGUMA GRACINHA
MULHER F I N A: (ignora)
MULHER COMUM: Tem gente que não tem noção.
MULHER VULGAR: Vai te catar ô meu! Não se enxerga não!?
MULHER DEPRAVADA: Vai tomar no cú, viado, corno...

O QUE ROLA NO PRIMEIRO ENCONTRO
MULHER F I N A: só um beijo de despedida.
MULHER COMUM: muitos beijos.
MULHER VULGAR: beijos e carícias (AMASSO)
MULHER DEPRAVADA: trepa e dá a bunda dizendo que era virgem atrás.

OUVINDO JAZZ
MULHER F I N A: Liiindo!
MULHER COMUM: Adoro qualquer tipo de música!
MULHER VULGAR: Que porra de música é essa?
MULHER DEPRAVADA: Tira essa merda aí, coloca um pagode, cacete!

DIANTE DE UMA BROCHADA DO PARCEIRO
MULHER F I N A: Meu amor, isso acontece. Fique tranqüilo.
MULHER COMUM: O problema é comigo?
MULHER VULGAR: Você já trepou hoje com alguma vadia?
MULHER DEPRAVADA: Caralho, quer que eu faça fio terra em você?

ASSISTINDO UM BALLET
MULHER F I N A: Bravo!!!
MULHER COMUM: Lindo!!!
MULHER VULGAR: Perdi meu tempo, deixei de ver o Big Brother!
MULHER DEPRAVADA: Que porra é essa? Ridículo, isso é coisa de viado!

PRIMEIRO CONTATO NO MSN
MULHER F I N A: Boa Noite!
MULHER COMUM: Oiiiiiiiiiiiiiiiii
MULHER VULGAR: Falaê gato.
MULHER DEPRAVADA: Peraê, vou ligar a webcam.

REFERINDO AO ORGÃO GENITAL DO PARCEIRO
MULHER F I N A: Pênis
MULHER COMUM: Pinto
MULHER VULGAR: Pau
MULHER DEPRAVADA: Cacete

DECLARAÇÃO DE AMOR
MULHER F I N A: Eu te amo!
MULHER COMUM: Você é o homem da minha vida!
MULHER VULGAR:.Você é a tampa da minha panela!
MULHER DEPRAVADA: Só consigo gozar no seu pau!


ADOREI!!! chorei de rir (Caralho, quer que eu faça fio terra em você?) ... muito boa!!!

Viva a Liberdade!!! Viva a mulher!!!  E todos os seus "tipos" ...

Eu creio que sou todos os tipos ... depende do dia, da hora e do acompanhante rsrsrs
Como é bom ser LIVRE!!!!
Estou apaixonada com a minha atual vida (liberdade de SER quem eu quero).
Roberta Carrilho